© 2016 por chmcorpp - www.chmcorpp.com.br

  • Facebook Basic Black
  • LinkedIn Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • YouTube - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
  • Black Instagram Icon
  • Black Pinterest Icon
ABIMO

SOBRE: A Rodada de Inovação tem como objetivo estabelecer uma relação mais próxima entre Institutos de Pesquisa e Ensino; Instituições de Fomento e Núcleos Inovação; e Órgãos Governamentais com fabricantes de produtos médicos e odontológicos. Momento em que os pesquisadores apresentarão suas ofertas de pesquisa e as empresas suas demandas, alavancan​​do oportunidade de negócios e pesquisas.

O Projeto Rodada de Inovação é uma oportunidade diferenciada para realização de contatos com Instituições de Fomento a Inovação por parte das empresas com pouca disponibilidade de acesso as novidades que estão sendo estudadas.

EDIÇÕES:

​1ª EDIÇÃO - ​​PERÍODO EXECUÇÃO: 4 meses - setembro a dezembro de 2015.

2ª EDIÇÃO - PERÍODO EXECUÇÃO: 6 meses - junho a novembro de 2016.

3ª EDIÇÃO - PERÍODO EXECUÇÃO: 3 meses - junho a agosto de 2017​.​ INSCRIÇÃO.​


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OBJETIVO: Reunir as indústrias brasileiras do setor de produtos para a saúde e centros de pesquisa e tecnologia que tenham projetos compatíveis entre si para que realizem uma conversa inicial sobre a possibilidade de parceria com foco em P&D.​

PAPEL DA CHMCORPP NESTA PARCERIA:  Para executar este projeto Rodada de Inovação Tecnológica da ABIMO a empresa SIGNIFICADO conta com a parceria da chmcorpp​, a qual exerce o papel neste projeto de gestão de inteligência de mercado das rodadas de inovação tecnológica para fazer uma leitura das oportunidades que foram e serão geradas durante e após os encontros.

 ​

O escopo de inteligência de mercado do projeto inicia-se antes das rodas de inovação para levantar o perfil e interesses tanto dos Centros de Pesquisa, Universidades e Centros Tecnológicos quanto das Indústrias. Logo estas informações são cruzadas para gerar uma agenda de reuniões. Pesquisas são aplicadas durante a execução do projeto para acompanhar os resultados obtidos, assim como expectativas de possíveis parcerias. Após dois meses do termino do projeto a chmcorpp faz uma sondagem junto as empresas participantes para checar se as parcerias foram concretizadas e que ações precisam ser tomadas para apoiar as empresas neste processo.

 

A inteligência de mercado neste projeto é fundamental para coletar, balancear, priorizar, analisar, fundamentar e gerenciar os dados dispersos gerados durante a execução desta ação. Posteriormente estes dados serão traduzidos em informações e estas em sugestões que apoiarão a ABIMO durante a tomada de decisões para fortalecer a inovação de forma transversal à cadeia produtiva.

 

De posse destes dados, assim como outros que serão coletados, será possível criar um plano para segmentar a indústria, assistida pela ABIMO, por maturidade de inovação tecnológica e propor ações de evolução competitiva.

EQUIPE DO PORTFÓLIO: A equipe do projeto controu com profissionais das empresas parceiras: SIGNIFICADO e chmcorpp​.


 

REUNIÃO ENTRE INDÚSTRIAS BRASILEIRAS E CENTROS DE PESQUISA SUPERA EXPECTATIVAS​​



 

Entre os dias 5 e 6 de outubro de 2015, a ABIMO – Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios) promoveu em São Paulo o 4º CIMES (Congresso de Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde).


Uma das grandes novidades deste 4º CIMES (Congresso de Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde) foi a criação da Rodada de Inovação Tecnológica, promovida com o objetivo de reunir indústrias brasileiras e centros de pesquisa e tecnologia com projetos compatíveis entre si para uma conversa inicial sobre a possibilidade de parceria para P&D e desenvolvimento de novas tecnologias, produtos e processos.


 

Todo o know-how da ABIMO na organização de encontros pré-agendados de negócios foi aplicado para esse novo formato, baseado no modelo da rodada de negócios já praticado pela entidade.


As indústrias receberam suas agendas de reunião e um roteiro de preparação para a rodada, contendo os principais pontos que devem levar para discussão, de acordo com as competências tecnológicas e projetos de cada centro de pesquisa agendado.


 

As reuniões aconteceram em um espaço próprio durante o CIMES, paralelamente às palestras, em mesas individuais.


 

Segundo a gerente de projetos da ABIMO, Clara Porto, foram feitas quase 50 reuniões entre indústrias e centros de pesquisa e desenvolvimento. “O resultado foi acima do esperado”, comemora ela.​